sexta-feira, 8 de julho de 2016

O SEGREDO DE MARIA


Trabalhe e reze. Fique em silêncio,
reze, ame e reze. Escute e reze.
Não discuta, não queira ter razão: cale-se.
Não julgue, não condene: ame.
Não olhe, não queira saber: abandone-se.
Não arrazoe, não entre na profundidade
dos problemas: creia.
Não se agite, não procure fazer: reze.
Não se inquiete, não se preocupe: tenha fé.
Quando você fala, Deus se cala
e você diz coisas equivocadas.
Quando discute, Deus é esquecido e você peca.
Quando você argumenta, Deus é humilhado
e você pensa em coisas vãs.
Quando você se apura, Deus é distanciado
e você tropeça e cai.
Quando você se agita, Deus é lançado fora
e você fica na obscuridade.
Quando você julga o irmão, Deus é crucificado
e você se julga a si mesmo.
Quando você condena o irmão, Deus morre
e você se condena a si mesmo.
Quando desobedece, Deus fica distante e você morre.

( de Padre Jonas Abib e Luzia Santiago)

Fonte - facebook - Mãezinha passa na frente

segunda-feira, 27 de junho de 2016

Oração pelas Mães


Fonte - Facebook - † Mensagens de Nossa Senhora †

domingo, 1 de maio de 2016

Reze essa novena se você quer ter um filho e alcance sua graça.


“Doce Virgem Maria,
cujo coração foi por Deus preparado
para morada do Verbo feito carne,
pelas inefáveis alegrias da expectação
de vosso santíssimo parto,
ensinai-nos as disposições perfeitas
e de uma íntegra pureza no corpo e na alma,
de uma humildade profunda no espírito e no coração,
de um ardente e sincero desejo de união com Deus,
para que o meigo Fruto de vossas benditas entranhas
venha a nascer misericordiosamente em nossos corações,
a eles trazendo a abundância dos dons divinos,
para redenção dos nossos pecados,
santificação de nossa vida
e obtenção de nossa coroa no Paraíso,
em vossa companhia. Assim seja.”

Antífonas para cada dia da novena:

Dia 1: Ó Sabedoria, que saíste da boca do Altíssimo Atingindo de uma à outra extremidade,
E dispondo, todas as coisas forte e suavemente,
vinde para nos ensinar o caminho da prudência.

Dia 2: Ó, Adonai, senhor e condutor da casa de Israel
que apareceste a Moisés nas chamas da sarça ardente,
E lhe deste, sobre o Monte Sinai, a Lei Eterna;
vinde para nos resgatar pela potência de vosso braço.

Dia 3: Ó Raiz de Jessé que sois como o estandarte dos povos,
Diante do qual os reis fecharão a boca,
Não tardeis mais um momento.

Dia 4: Ó Chave de Davi, centro da casa de Israel,
Que abris e ninguém pode fechar,
Fechais e ninguém pode abrir,
Vinde e tira da prisão o cativo
Que está sentado nas trevas e nas sombras da morte.

Dia 5: Ó Sol Nascente, esplendor da luz eterna e sol da justiça: vinde e iluminai aqueles que se sentem nas trevas da morte.

Dia 6: Ó Rei das gentes, e objeto de seus desejos,
Pedra angular, que reunis em vós os dois povos
Vinde e salvai o homem que formaste do limo da terra

Dia 7: Ó Emanuel, Rei e Legislador nosso esperado
Das nações e seu Salvador vinde,
Salvai-nos senhor nosso Deus,
Que os céus chovam das alturas
E as nuvens nos tragam o Salvador.

Dia 8: Ó Sabedoria, que saíste da boca do Altíssimo Atingindo de uma à outra extremidade,
E dispondo, todas as coisas forte e suavemente,
vinde para nos ensinar o caminho da prudência.

Dia 9: Ó, Adonai, senhor e condutor da casa de Israel
que apareceste a Moisés nas chamas da sarça ardente,
E lhe deste, sobre o Monte Sinai, a Lei Eterna;
vinde para nos resgatar pela potência de vosso braço.

No final de cada dia:

Nossa Senhora da Doce Espera,
rogai por nós!


fonte - http://catholicus.org/quer-ter-um-filho-reze-a-novena-a-nossa-senhora-da-doce-espera/

terça-feira, 19 de abril de 2016

Maria...


Alma de Maria, santificai-me.
Coração de Maria, inflamai-me.
Mãos de Maria, amparai-me.
Olhos imaculados de Maria, olhai-me
Lábios de Maria, falai-me.
Dores de Maria, fortalecei-me
Ó doce Maria, atendei-me.
No coração de Jesus, escondei-me.
Não permitais que de vós me afaste,
Dos meus inimigos, defendei-me.
Na hora da morte, chamai-me e levai-me para o meu querido Jesus, para convosco O amar e louvar por todos os séculos dos séculos.

Amém.

Fonte: Facebook Católica,Devota de Nossa Senhora e Amo Meu Jesus.

segunda-feira, 21 de março de 2016

Nossa Senhora de Lourdes



Santuário de Nossa Senhora de Lourdes, em Alta Gracia (Argentina), não há nenhuma estátua de Nossa Senhora, contudo, pode-se ver sua imagem

17.02.2015 - Pode parecer inacreditável, mas é verdade. No nicho acima do altar da capela do santuário de Nossa Senhora de Lourdes, em Alta Gracia (Argentina), não há nenhuma estátua de Nossa Senhora, contudo, de fato, pode-se ver sua imagem, ainda que o local esteja comprovadamente vazio.
Não se trata de uma imagem plana, mas em relevo, tridimensional: pode-se perceber até as dobras do vestido. Ela se parece com um holograma. E não é uma ilusão psicológica, fruto da devoção exaltada de alguns peregrinos. Todos aqueles que se dirigem ao santuário – sejam crentes ou não crentes – a vêem, e a imagem fica registrada até nas fotos que são tiradas.
A imagem é vista perfeitamente desde a porta de entrada e vai sumindo conforme se aproxima do altar.
De quando data esse fenômeno?
A capela foi construída e abençoada em 1927, e durante muitos anos, no centro do retábulo, havia uma estátua de Nossa Senhora de Lourdes. Em agosto de 2011, a estátua foi retirada do nicho para ser restaurada. Alguns dias mais tarde, um dos padres encarregados do santuário se preparava para fechar a capela, e da porta principal ele viu uma silhueta, que parecia de gesso, no lugar que era ocupado anteriormente pela estátua. Aproximando-se do altar repetidamente, ele notou que, à medida que ele se aproximavam, a imagem sumia. Ora, a estátua não estava lá, mas aonde ela fora colocada.
Diante do fenômeno manifesto, visível para todas as pessoas que visitam o lugar, os irmãos carmelitas descalços do santuário de Nossa Senhora de Lourdes publicaram um comunicado no qual eles afirmavam: “A manifestação da imagem da Santíssima Virgem não tem, até esse momento, uma explicação racional. Ela deve ser interpretada pelo povo de Deus como um sinal para aumentar e aprofundar a fé cristã e suscitar no coração dos homens a conversão ao amor de Deus e sua participação na vida da Igreja“.

Uma capela em 1924
A capela se encontra em um grande terreno situado em um parque de vários hectares no qual, em 1916, tinha sido inaugurado uma réplica da gruta de Massabielle, em Lourdes, onde a Virgem apareceu em 1858 a santa Bernadette Soubirous. O projeto e a realização são devidas a duas mulheres de Buenos Aires, Guillermina Achával Rodrígues de Goyena e Delfina Bunge de Gálvez, escritora, esposa do escritor Manuel Gálvez
Desde a construção da gruta, o lugar se tornou um centro de afluência de peregrinos em que foram crescendo as manifestações de amor para com a Mãe de Deus. Em 1922, um comitê foi constituído para construir ao lado da gruta uma capela, cuja primeira pedra foi colocada em 1924, e que foi abençoada pelo arcebispo de Córdoba da época, Dom José Anselmo Luque, em 1927.

Fonte: Facebook - † Mensagens de Nossa Senhora †

domingo, 24 de janeiro de 2016

5 fatos que talvez você não saiba sobre o dia 1º de janeiro


Se alguém lhe perguntasse qual é o significado do dia 1º de janeiro, o que você diria?

A primeira coisa que provavelmente vem à sua mente é que é o primeiro dia do ano novo. Você também poderia dizer que é um dos maiores dias de ressaca de todo o ano. Se você conhece a sua fé católica, pode se lembrar ainda de que a Igreja, nessa data, homenageia Maria como Mãe de Deus. As três afirmações estão corretas. Mas será que há mais alguma coisa que podemos aprender sobre essa data?

Eu gostaria de destacar cinco fatos que muita gente não sabe sobre o dia 1º de janeiro:

1. O dia 1º de janeiro é a Solenidade de Maria, Mãe de Deus. Uma solenidade é uma celebração litúrgica diferente dos dias de festa e de memória. Os três tipos de celebração honram os santos ou aspectos especiais de Jesus e de Maria, mas as solenidades constituem o grau mais elevado de celebração litúrgica, ficando reservadas para os mistérios mais importantes da Fé. As solenidades incluem a Páscoa, o Pentecostes, a Imaculada Conceição, os principais títulos de Jesus e os dias dos Santos de particular importância na história da salvação. As missas das solenidades têm os mesmos elementos básicos das missas de domingo, incluindo as três leituras, a oração dos fiéis, o Credo e o Glória. Algumas solenidades também são dias de festa de preceito, mas isto varia de país para país, de acordo com os padrões estabelecidos pelas conferências episcopais.

2. A Solenidade de Maria, Mãe de Deus, é comemorada na Oitava do Natal. O nome “oitava” se refere à antiga prática da Igreja de celebrar o Natal durante oito dias. É uma tradição que remonta ao Antigo Testamento, quando o povo hebreu observava muitas das suas festas ao longo desse mesmo período de oito dias, como, por exemplo, a Festa dos Tabernáculos e a festa da Dedicação do Templo. Mais tarde, o imperador romano Constantino acrescentou a celebração da dedicação das basílicas a essa tradição. Houve, no passado, várias festas celebradas com oitavas. Depois do Concílio Vaticano II, porém, somente a Páscoa e o Natal mantiveram a sua oitava. O que levava os hebreus a celebrar suas grandes festas durante oito dias eram a vida muito tumultuada e as pressões e divisões causadas pelas tradições pagãs, que afetavam o cotidiano das famílias judias. A Igreja também optou pelo período de oito dias para que as famílias pudessem viver mais plenamente a importância dessas festas litúrgicas. Tendo o Natal a importância que tem, não é de admirar que a Igreja nos ofereça oito dias de especial contemplação do seu mistério, embora, tradicionalmente, a época natalina termine com o batismo de Jesus, a ser comemorado, neste novo ano, em 11 de janeiro.

3. “Mãe de Deus”, ou, em grego, “Theotokos”, é o título mais elevado de Maria. Ela o recebeu durante o Concílio de Éfeso, no ano de 431. O concílio ensinou que a humanidade e a divindade de Jesus não podem ser separadas e que, portanto, Maria merece com justiça o título de Mãe de Deus. Maria trouxe Jesus ao mundo e, por isso, é realmente a mãe de Deus, já que Jesus é a Segunda Pessoa da Santíssima Trindade.

4. A Solenidade de Maria, Mãe de Deus, é a festa mariana mais antiga celebrada na Igreja católica.

5. Maria não é apenas a Mãe de Deus, mas também, verdadeiramente, nossa mãe. Ao dizer “sim” ao anjo Gabriel na Anunciação, Maria aceitou ser mãe de Jesus e, no mesmo instante, deu o seu “sim” para se tornar também a nossa mãe espiritual.

O Catecismo da Igreja Católica ensina que Maria é nossa mãe na ordem da graça.

Seu papel em relação à Igreja e a toda a humanidade vai ainda mais longe. De uma forma inteiramente singular, com a sua obediência, fé, esperança e caridade ardente, ela cooperou na obra do Salvador: a obra de restaurar a vida sobrenatural das almas. Por esta razão, Maria é nossa mãe na ordem da graça.

Fonte: http://pt.aleteia.org/2015/01/01/5-fatos-que-talvez-voce-nao-saiba-sobre-o-dia-1o-de-janeiro/

domingo, 5 de abril de 2015

Oração a Nossa Senhora da Agonia


Fonte:https://www.facebook.com/PFelipeAquino/photos/a.151244855005594.32418.138129156317164/620052991458109/?type=1